Menu Button

A alternativa limpa

Cada nova geração de aviões reduz as emissões de CO2 em até 25%. Porém, só isso não é o suficiente para limitar as emissões globais de CO2. O tráfego aéreo está a aumentar e continua dependente dos combustíveis fósseis. A indústria de aviação está ainda longe de desenvolver um motor elétrico ou alimentado a hidrogénio para os aviões de grande porte. Mas isso não se aplica ao sustainable aviation fuel (SAF). Este combustível pode facilmente ser utilizado em aviões e é uma alternativa real ao querosene fóssil. O balanço significativamente mais reduzido de CO2 possibilita a diminuição permanente de emissões durante as operações de voo. O SAF é produzido misturando querosene convencional (de origem fóssil) e hidrocarbonetos renováveis.

Em 2011, o Lufthansa Group destacou-se com o seu trabalho pioneiro por ser a primeira transportadora aérea em todo o mundo a testar a utilização de biocombustíveis nas operações regulares de voo ao longo de um período de ca. de seis meses.

Assista a este vídeo sobre o SAF

Publicado: