Menu Button

Descubra a Rota da Seda como parte da sua viagem de negócios

A China tem vindo a tornar-se um interessantíssimo destino de negócios e essa tendência antecede o lançamento do projeto da Nova Rota da Seda. Mesmo que as reuniões não lhe deixem muito tempo livre, há muita cultura e tradição para descobrir na China. Vale a pena reservar algum tempo para explorar o país. Qualquer momento é bom para descobrir algo novo. Hoje apresentamos-lhe as províncias de Shaanxi, Guangxi e Zhejiang.

 

Shaanxi – o berço da cultura chinesa

Em tempos, a província de Shaanxi foi a capital de várias importantes dinastias. Xian, hoje a capital da província, foi uma das cidades de maior importância estratégica na antiga Rota da Seda - posição que mantém na nova rota. Para visitar a região, aterre em Xian e aproveite para admirar o Exército de Terracota que pertence ao mausoléu do túmulo do imperador Qin Shi Huang e é considerado património mundial da UNESCO. Pode dizer-se que tudo roda em torno de Xian - um destino para viajantes empresariais de todos os cantos do mundo. A cidade foi capital de sete dinastias e tornou-se um centro de rotas comerciais entre a China, o resto da Ásia e a Europa. Não foi por acaso que Shaanxi investiu 90 milhões de dólares na Nova Rota da Seda no primeiro semestre de 2018. A região de Shaanxi é muito extensa e variada: praticamente despovoada a norte, plana no centro e montanhosa a sul. As antigas dinastias Shang, Zhou e posteriormente Chin nasceram todas nesta região. Shaanxi fica no centro do planalto Loess, que desempenhou um papel importante na história do império chinês. O loess, que dá nome ao planalto, é o sedimento muitas vezes rico em argila e de cor caracteristicamente amarela que favorece o cultivo de trigo e milhete; o Rio Amarelo, que atravessa o planalto, deve-lhe não só o nome como a cor. A extração de carvão, petróleo, gás natural e metais não ferrosos é o motor da economia da região.

 

Guangxi - uma viagem a outro mundo

Guangxi é uma região autónoma a sul da República Popular da China e não é um destino usual para viagens de negócios. Situada na fronteira vietnamita, a região é conhecida pelos seus arrozais, bizarras formações rochosas e grutas de estalactites.  Aqui encontramos também Longsheng. Há quem considere estes socalcos uma das paisagens mais belas do mundo. Guangxi é uma região impressionante: com natureza pura, plantações de arroz e pequenas aldeias onde o tempo parece ter parado. O setor económico é dominado pela indústria têxtil e a engenharia mecânica, sendo que o arroz e o milho são os principais produtos agrícolas da região. No entanto, a cultura e tradição não excluem a modernidade e a tecnologia – cinco aeroportos internacionais e hotéis de qualidade são um íman para os visitantes.

 

Zhejiang – a terra do peixe e do arroz

A sul de Xangai situa-se Zhejiang, uma província relativamente pequena mas particularmente rica. Há muito que esta região é dominada pela agricultura, um setor que emprega a maioria da população e se caracteriza por pequenas aldeias rurais. O norte da província é o seu coração agrícola. E é também onde fica situada a região principal de produção de seda da China. A área que rodeia Zhoushan, pelo contrário, é a maior região de pesca do país. É impressionante que o rendimento médio per capita da população rural nos últimos 22 anos tenha sido o mais elevado da China.

 

Com o seu próprio programa de desenvolvimento, a província promove principalmente pequenas empresas e investe em infraestruturas e na produção em massa de produtos baratos, tanto para consumo interno como para exportação. Zhejiang tornou-se assim uma das províncias mais ricas da China. Alguns economistas duvidam porém que este modelo económico seja sustentável.

 

Por isso, se está a planear uma viagem de negócios à China, programe algum tempo sem reuniões para visitar lugares interessantes e conhecer a cultura e tradições locais - vale a pena. Com as companhias aéreas do Lufthansa Group, pode chegar a muitos destinos na China. Com o PartnerPlusBenefit, pode tirar partido das ofertas do programas de bónus nos seus voos para reforçar a sua conta de pontos.

Publicado: