Menu Button

NOVE SUGESTÕES DE PASSAGEIROS FREQUENTES PARA VIAJAR PELO MUNDO EM SEGURANÇA

Embora a maior parte dos destinos das viagens de negócios sejas seguros, é preferível estar preparado para qualquer inconveniente.

O gestor de viagens sabe como é fundamental viajar em segurança. Durante a fase de organização da viagem é da sua responsabilidade tomar todas as medidas necessárias para garantir que os colaboradores não têm qualquer problema. Sabemos que podem sempre surgir imprevistos, contudo há pequenas medidas que podem evitar problemas. No artigo a seguir, apresentamos-lhe essas medidas.

Viajar em segurança: o que um gestor de viagens deve dizer antes da viagem?

Por vezes, durante as viagens de negócios surgem inconvenientes que, embora não coloquem em risco a segurança do viajante, podem ser incómodos e perturbar a tranquilidade da viagem. A maioria destas situações desagradáveis ocorre devido a simples distrações ou demasiada boa-fé, pelo que são facilmente evitáveis se colocar em prática pequenos truques antes de partir e também durante a viagem.

Deixamos-lhe algumas sugestões para viagens de negócios em segurança.

  1. Confiar é bom, mas...

Mantenha sempre alguma desconfiança saudável, sobretudo se receber presentes ou ofertas de serviços gratuitos de pessoas suspeitas. É muito frequente vendedores ambulantes quererem oferecer uma pulseira da sorte, tentando atá-la ao pulso mesmo antes de o viajante notar, e depois pedirem dinheiro por ela. Também acontece frequentemente que ao aproximar-se de um ATM ou de uma máquina para comprar bilhetes para os transportes públicos ser abordado por um estranho que lhe oferece ajuda, para depois pedir dinheiro em troca. Muito comuns são também as fraudes nos táxis: p. ex., na América do Sul é frequente os taxistas fingirem que o taxímetro está avariado para pedirem uma quantia excessiva pela viagem. Nenhuma destas situações é particularmente perigosa, mas é muito enervante perceber como foi fácil enganá-lo!

  1. Ter os números de emergência sempre à mão

Basta um momento de distração para que lhe roubem a carteira. Se isso acontecer, a primeira medida a tomar é ligar para os números de emergência e bloquear todos os cartões. A melhor política é anotar todos os números relevantes num local seguro para efetuar os contactos sem perder tempo. Assim, em poucos minutos os cartões ficam inutilizados e o problema fica resolvido.

  1. Estar atento aos objetos valiosos

Sabe-se que não é aconselhável usar jóias ou relógios caros durante as viagens. No entanto, por vezes, os viajantes de negócios precisam de andar com o computador portátil. O nosso conselho é que esteja sempre atento ao computador, porque até a mochila mais segura pode ser facilmente aberta por um carteirista experiente. Para se sentir ainda mais seguro pode comprar um cadeado.

  1. Fazer um seguro

É da responsabilidade do gestor de viagens considerar este aspeto durante a fase de planeamento da viagem, mas é sempre bom verificar se existe um seguro que cobre quaisquer roubos de que possa ser alvo. A sua viagem será muito mais tranquila se souber que a sua proteção está garantida.

  1. Avaliar cuidadosamente os voos

Antes de comprar bilhetes, recomendamos que verifique se as tarifas mais baixas são realmente vantajosas, considerando outros aspetos para além do económico. Na verdade, é comum verificar-se que os voos mais baratos chegam ao destino durante a noite e, muitas vezes, em aeroportos afastados do centro da cidade, e esta não é de todo a melhor solução do ponto de vista da sua segurança. Além disso, caso seja necessário fazer alguma alteração ao itinerário, é sempre melhor ter o apoio de um grupo sólido que presta toda a assistência ao passageiro durante a viagem.

  1. Viajar com dinheiro

Caso lhe roubem a carteira, é uma boa ideia ter algum dinheiro consigo, para não ficar completamente desprevenido. A nossa recomendação é que separe as notas e as guarde em diferentes locais (por exemplo, uma parte na carteira e outra no bolso das calças ou escondida na mala). Outra sugestão útil está relacionada com os pagamentos móveis, que são seguramente práticos e eficazes.

  1. Ter cuidado com a comida e a água

Não precisa de ter receio de provar a comida local quando está em viagem, porém o bom senso aconselha a escolher criteriosamente os restaurantes onde decide almoçar ou jantar. O ideal é optar por comida integralmente cozinhada e comer fruta descascada. Em relação à água, é sempre preferível utilizar garrafas seladas.

  1. Levar os medicamentos essenciais

Se for viajar para o estrangeiro, leve consigo os medicamentos que toma habitualmente, para evitar perder tempo à procura de uma farmácia ou a explicar o problema. Pensos (também para as bolhas!), desinfetante, anti-inflamatório, antibiótico e antipirético são essenciais, sobretudo para destinos fora da Europa. Se  viajar para destinos muito quentes, poderá ser útil levar um suplemento de sais minerais e vitaminas.

  1. Informar a família sobre o seu itinerário

Sobretudo se prolongar a sua viagem de negócios para ter algum tempo livre e visitar o destino onde se encontra, recomendamos que informe algum familiar ou amigo sobre o itinerário que pretende fazer e os alojamentos onde vai ficar. Assim, se alguma coisa acontecer, os seus familiares terão um contacto de referência através do qual podem obter informações.

 Durante uma viagem há sempre o risco de ser roubado ou burlado, mas se estiver atento e bem informado, não terá grandes dificuldades em lidar com essas situações.

É claro que o gestor de viagens já terá pensado em todas as regras de segurança para garantir que o passageiro tem uma viagem agradável, no entanto, uma vez chegado ao destino, recomendamos que tenha cuidado e esteja atento aos objetos pessoais, sobretudo se forem valiosos e quando estiver em locais com muita gente, como aeroportos, estações de comboio ou de metro.

Se respeitar estas sugestões práticas poderá usufruir de uma viagem completamente tranquila, talvez até com tempo livre para visitar novos locais.

Publicado: